Educação Financeira na Terceira Idade

5 sinais que você precisa de um consignado
1 de setembro de 2021
Exibir tudo

Educação Financeira na Terceira Idade

O índice de inadimplência entre as pessoas da terceira idade vem crescendo nesse período de pandemia, segundo dados do Serasa Experian. Um dos motivos, é a falta de planejamento financeiro.

O crédito consignado pode ser um grande aliado para aposentados e pensionistas do INSS. Mas é preciso cautela. É necessário ter uma organização financeira que lhes permita entender as suas necessidades e utilizar bem os seus recursos do crédito consignado.

Nesse artigo vamos falar sobre a importância da educação financeira nessa fase da vida. Saiba também como cuidar do seu dinheiro, controlar melhor o seu orçamento e ter tranquilidade.

 

O que é educação financeira?

A educação financeira é uma metodologia desenvolvida para que pessoas comuns consigam compreender melhor as escolhas, riscos e oportunidades relacionadas à sua vida financeira. O objetivo é contribuir para a melhoria da qualidade de vida e o seu bem estar.

Há um tempo atrás, falar abertamente sobre dinheiro era considerado um tabu. Porém, mesmo que esse assunto ainda venha sendo discutido aos poucos, ele é relevante para as pessoas entenderem sobre as consequências dos seus ganhos e gastos.

E quanto mais cedo se descobre a necessidade de ter um planejamento financeiro, melhor será. Por isso, se você é um idoso em busca de informações sobre esse assunto, confira a seguir a importância de abordar esse tema.

 

Qual a importância da educação financeira na terceira idade?

A educação financeira na terceira idade possibilita ter uma vida mais tranquila e se planejar para adquirir um bem ou alcançar um sonho. Isso tudo sem precisar mexer no orçamento diário.

Sabe-se que a situação financeira negativa é uma das causas de estresse para muitos brasileiros. Por esse motivo, cuidar das economias pessoais é tão importante assim. Quer saber como desenvolver as etapas do seu planejamento financeiro? Vamos te dar um passo a passo para você alcançar esse objetivo.

 

Como elaborar um planejamento financeiro?

Você trabalhou a vida inteira e agora chegou o momento de aproveitar para curtir o que construiu com sua família. Mas se o seu receio é não saber como manter o padrão atual de vida, saiba que diversas pessoas compartilham desse mesmo sentimento.

É muito comum não se preocupar em fazer uma reserva financeira no início da vida. Porém é muito importante se planejar, para viver uma das melhores fases da vida, a melhor idade.

 

Analise a sua situação financeira

Antes de tudo, é importante ter um ponto de partida e olhar para as suas finanças. Por isso, responda às seguintes perguntas:

  • Qual o meu rendimento mensal?
  • Quais são as despesas fixas?
  • Eu já possuo alguma reserva de emergência?
  • Como estão as minhas dívidas, parcelamentos, empréstimos e financiamentos?
  • Possuo alguma fonte complementar de renda?

Após esse questionário, você terá um diagnóstico sobre sua situação financeira e poderá iniciar um planejamento. Vamos à próxima etapa.

 

Avalie o seu orçamento

Para organizar o orçamento, é necessário saber o quanto se recebe e se gasta. Os ganhos vêm de fontes diversas, como aposentadoria, pensão, renda de trabalho, entre outros benefícios.

A partir daí, calculamos as despesas, como contas de água, energia, aluguel, transporte, internet, mercado, entre outras dívidas que se encaixam aqui. As despesas eventuais são aquelas que não acontecem todo mês, como um conserto, uma viagem ou um lazer, mas devem ser inseridas na planilha.

 

Evite os gastos supérfluos

Essa dica vale tanto para quem quer montar um planejamento financeiro, como para quem já possui. Elimine tudo o que seja supérfluo para não onerar o seu orçamento.

Evite comprar itens que você já possui ou que não precisa. Esteja certo de que é muito melhor dormir tranquilo e sem dívidas, do que ter o orçamento comprometido por conta de gastos desnecessários.

 

Não parcele as compras no cartão de crédito

Compras no cartão de crédito é viável se o pagamento da fatura for feito de forma integral, para isso se programe financeiramente, evitando o pagamento mínimo da fatura. Pois o juros rotativo do cartão de crédito, é um dos maiores do mercado.

 

Monte a sua reserva financeira

Pessoas de todas as idades já estão percebendo a importância de montar a sua reserva financeira. Ela é perfeita para momentos de dificuldade, e pode ser feita em qualquer fase na vida.

Por isso, se você é idoso e quer começar a juntar dinheiro para um momento especial, comece agora mesmo a sua reserva financeira.

 

Empréstimo consignado: quando solicitar o seu

O empréstimo consignado é uma opção vantajosa para quem é aposentado ou pensionista INSS e deseja adquirir um crédito. Ele possui os juros mais baixos do mercado, além de ser uma modalidade bastante segura.

O crédito é ideal para quitar dívidas, fazer investimentos e realizar sonhos. E a cobrança é feita diretamente na folha de pagamento do cliente. Ficou curioso? A CredExpress poderá tirar todas as suas dúvidas sobre esse assunto.

Conclusão: reflita sobre os seus hábitos de consumo

Já vimos que não é necessário ser um especialista em finanças para ter uma vida financeira organizada. Basta tomar algumas atitudes simples para conseguir economizar e assim, poupar mais.

Mesmo que você não tenha sido uma pessoa equilibrada ao longo da vida, nunca é tarde para ter uma postura diferente. Por isso, avalie as soluções que mencionamos nesse artigo, pois será bastante útil para você.

E se realizar um empréstimo consignado for a melhor alternativa, entre em contato com a CredExpress. A empresa oferece as melhores condições do mercado e as menores taxas de juros. Além disso, você não precisará se preocupar com boletos, pois tudo virá descontado direto na folha de ponto.

Fale com a gente agora mesmo!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *